Notícias - MedSênior

Cérebro e intestino: entenda como estão conectados


Você sabia que há uma incrível conexão cérebro e intestino? Separamos algumas informações e cuidados importantes sobre essa relação, que te ajudarão a viver com mais saúde. Continue lendo!

 

Como acontece a conexão entre cérebro-intestino?

 

O intestino foi apelidado de “segundo cérebro”. E não é à toa! Um artigo divulgado pela Universidade de São Paulo, indica que ele engloba a maior coleção de neurônios fora de nosso cérebro. Surpreendentemente, são cerca de 500 milhões de células iguais às que constituem o cérebro, que, por sua vez, possui bilhões!

 

Nossos neurônios intestinais, inclusive, produzem serotonina, a responsável por gerar aquela sensação agradável de bem-estar e felicidade, que provavelmente você já ouviu falar.

 

Compostos produzidos por bactérias são responsáveis pela comunicação entre os dois órgãos. Esse “bate-papo” acontece por meio do nervo vago, que conecta nosso aparelho digestivo ao cérebro. Essa troca de mensagens também é realizada por células de defesa e a circulação sanguínea que vão, literalmente, da barriga à cabeça, informando como está a saúde do intestino.

 

Síndrome do intestino irritável e relação com doenças emocionais

 

Constipação, dores frequentes na barriga, cólicas e sensação de ir urgente ao banheiro, após comer. Esses são alguns dos sintomas da síndrome do intestino irritável. O fator emocional está intimamente ligado a esse problema – é este um dos maiores desencadeadores das crises da síndrome do intestino irritável. Alguns estudos mostram que o problema pode propiciar nervosismo, ansiedade e até depressão.

 

Isso tudo mostra, que, distúrbios que a maioria acredita começar no cérebro, pode também ter início no intestino.

 

Mau humor versus intestino

 

Quando o intestino é afetado por bactérias ruins, o perfil da flora intestinal é alterado, o que, em termos simples, “atrapalha” a comunicação com o cérebro. Mensagens desencontradas são enviadas, o que comprometem os trabalhos dos neurônios, abrindo espaço para o mau humor e desânimo.

 

Como cuidar do intestino com a alimentação como aliada?

 

A alimentação está totalmente ligada à qualidade de vida. Quando nos alimentamos bem, contribuímos com a prevenção de doenças do intestino. Alimentos ricos em fibras, a exemplo de frutas como laranja, mamão, ameixa, abacaxi, frutas secas como damasco e uva passa, além de leguminosas, hortaliças e cereais integrais, são excelentes para o intestino. Investir em uma boa mastigação também é importante.

 

Acompanhe o Blog MedSênior e fique sempre por dentro de novidades e informações ligadas à saúde!

foto
Medsênior - cuidar, faz parte do nosso plano
Central de Atendimento
SAC: 0800 605 5505 4007-2001
Grande Vitória e Belo Horizonte
Av. Vitória, 1342, Ilha de Santa Maria
Vitória - ES - CEP 29051-040
ANS TISS Demonstrações Contábeis